Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


A abstracção do salto

por Cláudia Matos Silva, em 22.02.14


O nosso primeiro salto foi mais ou menos como uma canção do Victor Espadinha, em Setembro, nas águas da lagoa de albufeira a caminho Sesimbra. O dia tinha começado cabisbaixo e prometia chover para se desenrolar diante os nossos olhos uma tarde de sol resplandescente e um céu azul vibrante. Saltámos e correu tão mal que resolvemos continuar a tentar até um dia melhorar.


Aqui ainda estávamos com os pezinhos de molho a pensar na viabilidade do pulo. Como não chegámos a conclusão alguma, avançámos. Não sei se pode ser uma máxima de vida, uma lição ou tão simplesmente uma experiência mas quando nada se sabe em vez de retrair mais vale abstrair. Depois logo se vê. Vai, Salta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:53


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Liberta, grita, vai salta

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D