Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Atenta sem pensar

por Cláudia Matos Silva, em 27.02.14


Pensar demasiado dá-nos cabo dos nervos e faz de nós ainda mais neuróticas. Sim, não há mulher que escape ao destino da neurose, li algures numa dessas edições a cheirar a mofo editadas pela readers digest.


Nem eu, nem ela somos raparigas de grande juizo, mas quando sozinhas com uma caixa de bolachas na mão em frente à tv e enroladinhas na manta, somos assoberdadas pelos mais devastadores pensamentos. O ano passado, já a loucura dos saltos tinha começado, algures em Outubro no Cais do Sodré, encontrámos uma dessas frases soltas que não fazendo sentido nenhum nos assenta que nem uma luva e no fundo legitima cada um dos nossos pulinhos, mesmo os que correm menos bem. O importanto é não pensar demasiado no assunto e viver o instante. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:19



Liberta, grita, vai salta

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D